Home Notícias Alunos da Engenharia Elétrica do câmpus participam de programa de dupla titulação em Portugal

MATRICULAS 2018 1

Alunos da Engenharia Elétrica do câmpus participam de programa de dupla titulação em Portugal PDF Imprimir E-mail
Qui, 28 de Dezembro de 2017 14:11

alunos Eng. EletricaUma parceria firmada entre o IFSC Câmpus Florianópolis e o Instituto Politécnico do Porto (IPP), em Portugal, oferecerá a possibilidade de mobilidade estudantil entre as instituições por meio de um programa de dupla titulação.

 

Alunos do curso de Engenharia Elétrica do Câmpus Florianópolis matriculados a partir da 6ª fase podem permanecer por pelo menos um e no máximo dois anos em Portugal para cursar unidades curriculares na instituição parceira e realizar um trabalho de conclusão que será válido como dissertação de mestrado na Europa e como monografia para a conclusão do curso de graduação no IFSC. Dessa forma, o programa de dupla titulação permite que os estudantes obtenham o grau de mestre na Europa e de bacharel no Brasil. Isso é possível pois o Espaço Superior de Educação Europeu prevê que os cursos de Engenharia dos países signatários do Processo de Bolonha (firmado em 1999 entre 29 países da Europa), tenham duração de 3 anos, com a possibilidade de obtenção do grau de mestre quando realizadas unidades curriculares por mais dois anos.

 

Os alunos do IFSC são selecionados por meio de edital que conta com duas etapas: análise do índice de aproveitamento do curso e entrevista em língua inglesa na qual será avaliada a fluência dos candidatos, além de questionamentos acerca de questões técnicas específicas da área. O processo seletivo, que recruta três estudantes por semestre, oferece ajuda de custo no valor de 3.800 Euros para os dois primeiros colocados a título de auxílio para despesas de deslocamento e hospedagem em Portugal.

 

O aluno da 9ª fase do curso de Engenharia Elétrica, Allon Soares da Silva, um dos selecionados para o programa em 2018, ressaltou a importância da parceria entre o IFSC Câmpus Florianópolis e o IPP. “Minha expectativa é aproveitar o que aprendi ao longo do curso e levar conhecimento técnico específico para o Instituto Politécnico do Porto de modo a agregar ainda mais aqui para o IFSC no meu retorno”. Os primeiros participantes do programa têm perspectiva de embarque para Portugal em fevereiro de 2018.

 

 

 

Por Mariana Mossini | Assessoria de Comunicação e Marketing

 

 

 

DESTAQUES

 

cursos FIC

 

inscricoes SISU

 

discussao RI

 

horario aulas docentes2

 

icone docentes horarios atividades

 

edital estagio intext

 

observatorio egressos

 

 

Nós temos 15 visitantes online
Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.