Home Notícias Estudantes e servidores realizam atividades de conscientização e protesto contra cortes na educação
Estudantes e servidores realizam atividades de conscientização e protesto contra cortes na educação PDF Imprimir E-mail
Qua, 15 de Maio de 2019 16:47

mesaredondaEstudantes e servidores do Câmpus Florianópolis, de outros câmpus e também escolas e universidades da Grande Florianópolis mobilizaram-se na manhã desta quarta (15) em defesa das instituições federais de ensino. A organização das atividades foi das entidades estudantis e de sindicatos.


librasOs alunos foram recepcionados durante a manhã com um café, oferecido pelo Grêmio Estudantil Livramento. Em seguida, foi realizada uma mesa-redonda que abordou assuntos como representatividade estudantil, política e representatividade cultural. O Grêmio também articulou a realização de oficinas de Libras (com participação de alunos do Câmpus Palhoça-Bilíngue), teatro, História, Química, entre outros.

“Notamos que o pessoal do câmpus é consciente e interessado, mas que às vezes não sabe aonde ir com esse interesse. Nossa ideia era mostrar como há possibilidades de se trabalhar a mobilização estudantil seja dentro do campus, seja no movimento cultural. Também organizamos uma mostra das atividades de extensão e abrimos as portas do câmpus para mostrar para toda a comunidade como temos relevância para a cidade, que nossos cursos dão retorno à sociedade das mais diversas formas”, explica Ísis Leites, representante do Grêmio.

beckO Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe) também articulou atividades, entre elas a palestra do cartunista Alexandre Beck, criador do personagem Armandinho, que falou sobre arte engajada (foto). Já o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo de Florianópolis (Sintraturb) marcou presença oferecendo o almoço, pão com linguiça, para estudantes e participantes da mobilização.

Entenda os motivos

As manifestações do dia 15 de maio foram motivadas por um bloqueio de cerca de 30% dos recursos destinados às despesas de custeio e investimento das instituições federais de ensino.O próprio Conif divulgou na quinta-feira (9) nota oficial manifestando publicamente a posição do órgão em relação ao bloqueio do orçamento. O texto traz informações sobre a relevância social e os resultados de excelência dos institutos federais, reafirmando a necessidade de diálogo para que alunos, servidores e a sociedade não sejam prejudicados com a medida. 

Entenda o bloqueio

Para 2019, o IFSC tem aprovado em Lei Orçamentária Anual (LOA) R$ 78,34 milhões para despesas discricionárias. Desse total, R$ 55,86 milhões estão previstos para gastos com ações de custeio como água, luz, contratos terceirizados de limpeza e vigilância, insumos para aulas práticas e demais necessidades básicas para funcionamento. Com o bloqueio no sistema do Governo Federal, R$ 20,77 milhões estão retidos, o que indica um percentual de 37,18%.

O bloqueio afeta também os recursos para investimentos, inicialmente previstos em R$ 7,71 milhões. As ações de expansão da infraestrutura e compra de livros foram contingenciadas em R$ 2,52 milhões (32,74%). Outra natureza de despesa bloqueada impacta na capacitação dos educadores – eram previstos para esse ano R$ 697,26 mil e o corte retirou R$ 209,178 mil (30%). O bloqueio não afetou os R$ 14,08 milhões dos recursos da política nacional de assistência estudantil.

Em síntese, dos R$ 78,34 milhões aprovados na LOA para o IFSC executar em 2019, o total bloqueado soma R$ 23,50 milhões (37,18%). Os gastos com folha de pagamento não compõem o orçamento discricionário – são despesas compulsórias.

Entenda mais

- descontinuidade dos pagamentos de contratos terceirizados de limpeza e segurança, água, luz, insumos para aulas práticas, manutenção para equipamentos laboratoriais, cancelamento de visitas técnicas e assim por diante.

- o IFSC atende mais de 50 mil estudantes no estado de Santa Catarina, atuando desde a formação inicial e continuada (cursos de qualificação), educação de jovens e adultos (Proeja), ensino médio técnico, cursos técnicos subsequentes, formação de professores, cursos superiores (graduação), e pós-graduação (especializações e mestrados). Para saber como estudar no IFSC, clique aqui.

- de acordo com o novo secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Ariosto Antunes Culau, o que houve foi um contingenciamento de recursos. No mesmo sentido, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, que esteve na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal afirmou que os cortes são reversíveis. A Pró-reitoria de Administração (Proad) do IFSC reitera que no sistema de gestão financeira do Governo Federal o montante consta bloqueado.

- para conhecer e acompanhar os gastos e destinação dos recursos federais executados pelo IFSC, o cidadão pode fazer uso do Portal da Transparência - que traz todos os empenhos e execuções financeiras por CPF ou CPNJ de destino.

- os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia formam trabalhadores. Sem qualificação, o mercado de trabalho perde, a economia enfraquece, a cultura desaparece do cotidiano, o desenvolvimento do país estaciona e retrocede. Dessa forma, o IFSC alerta que o impacto do bloqueio não afeta somente a vida das 50 mil pessoas diretamente atendidas nas salas de aula. Outras, pelo menos, 500 mil pessoas atendidas serão indiretamente prejudicadas com a redução de projetos de pesquisa e de extensão.

- o IFSC está presente em 20 cidades do estado de Santa Catarina: Araranguá, Canoinhas, Caçador, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Florianópolis – Continente, Garopaba, Gaspar e Itajaí, Jaraguá do Sul-Centro, Jaraguá do Sul-Rau e Joinville, Lages, Palhoça, São Carlos, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, São José, Tubarão, Urupema e Xanxerê.

Por Reitoria do Instituto Federal de Santa CatarinaPor Assessoria de Comunicação e Marketing.

 

DESTAQUES

 

EDITAL13 2019

 

finpe oficial

 

FORMATURA

 

edital003 estagio

 

edital002 estagio

 

auxilio alimentao moradia

 

ouvidoria

 

icone docentes horarios atividades

 

Nós temos 62 visitantes online
Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.