Home Notícias MEC reabre processo de atualização do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos
MEC reabre processo de atualização do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos PDF Imprimir E-mail
Qui, 10 de Outubro de 2019 15:57

logo novos caminhosO ministério da Educação (MEC) reabriu o processo de atualização do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, como parte do programa Novos Caminhos, lançado na terça-feira, 8 de outubro. Podem apresentar propostas instituições educacionais, conselhos estaduais de educação, conselhos de fiscalização do exercício das profissões regulamentadas, ministérios e demais órgãos públicos relacionados a cada área profissional ou eixo tecnológico. A reabertura foi publicada na portaria 1.719, de 8 de outubro.


As propostas serão recebidas em até 30 dias, a contar da publicação da portaria, pelo site catalogosept.mec.gov.br. A análise das propostas vai ser feita pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do MEC (Setec), com a colaboração de especialistas dos eixos tecnológicos, em até 90 dias depois do encerramento do prazo de recebimento das propostas. Posteriormente, será feita consulta pública da versão preliminar do catálogo e análise dele, após a consulta pública, pelo Conselho Nacional de Educação.

O Catálogo Nacional de Cursos Técnicos disciplina a oferta de cursos de educação profissional técnica de nível médio em todo o Brasil. Ele contém as denominações dos cursos, divididos em eixos tecnológicos, e informações como as cargas horárias mínimas, o perfil do profissional formado e infraestrutura mínima requerida, entre outras. O catálogo pode ser consultado no site do MEC.

Novos Caminhos

O programa Novos Caminhos foi lançado com as metas de aumentar o número de matrículas na educação profissional e adaptar os cursos às demandas do mercado e às profissões do futuro. Para o ministro da Educação, Abraham Weintraub, o programa tem o objetivo de quebrar preconceitos no país contra as funções técnicas. “A Europa tem quase 50% dos jovens fazendo ensino técnico. O país mais rico da América do Sul, o Chile, tem 30% de ensino técnico. E quanto o Brasil tem? 8%”, comparou.

Segundo o secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Ariosto Antunes, o principal público-alvo dos Novos Caminhos são jovens que não trabalham nem estudam: isso representa 11,1 milhões das 48,5 milhões de pessoas de 15 a 29 anos do país, ou 23% do total.

No programa Novos Caminhos, estão previstas uma ações divididas em três eixos: Gestão e Resultados; Articulação e Fortalecimento; e Inovação e Empreendedorismo. As iniciativas têm como foco regulação da oferta de cursos técnicos, formação de professores e ampliação da oferta de cursos profissionais e técnicos.

Para saber mais sobre o programa Novos Caminhos, visite o site do MEC.

Por Coordenadoria de Jornalismo, com informações do Portal MEC

 

DESTAQUES

 

EditalIntercambio

 

FORMATURA

 

edital 302019 CronogramaEntrevista

 

snct2019

 

edital 302019

 

sorteioEstacionamento

 

auxilio alimentao moradia

 

edital monitoria

 

finpe oficial

 

ouvidoria

 

icone docentes horarios atividades

 

Nós temos 69 visitantes online
Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.