Home Notícias Ensino, Pesquisa, Extensão e muitas obras: Câmpus Florianópolis faz breve balanço de 2020
Ensino, Pesquisa, Extensão e muitas obras: Câmpus Florianópolis faz breve balanço de 2020 PDF Imprimir E-mail
Qui, 11 de Fevereiro de 2021 04:29

Em dezembro, muita gente nas redes sociais fez brincadeira com o fato de que 2020 não acabaria nunca. O fato é que 2021 começou, e, realmente, para a maioria das comunidades acadêmicas das instituições federais de ensino (IFEs), o ano letivo ainda é o 2020.2. Segundo o calendário acadêmico do Câmpus Florianópolis, o segundo semestre de 2020 vai encerrar apenas em 30 de abril.


Quem passou em frente ao câmpus ao longo do ano passado pode ter tido a impressão de que tudo estava parado, pela ausência do trânsito, dos alunos e pelos portões fechados. Mas a verdade é que esse ano pandêmico – que coincidiu também com o primeiro ano da atual gestão da Direção (o diretor geral Zízimo Moreira Filho, o vice-diretor Humberto Beirão Júnior e a equipe diretiva assumiram em 2 de fevereiro de 2020, após terem sido eleitos em novembro de 2019) – foi cheio de aprendizados, ações, obras, ensino, pesquisa e extensão. E, com a possibilidade da volta do ensino presencial cada vez mais próxima, ainda que o foco tenha sido o ensino e a permanência e êxito dos estudantes, as obras no câmpus não foram deixadas de lado – em alguns casos, até foram aceleradas pela ausência de alunos, o que permitiu fazer mais rapidamente obras como troca de pisos e manutenção e reformas de salas e laboratórios.

Pesquisa e extensão a todo vapor

Os programas de pós-graduação mantiveram seus cronogramas, apresentações de dissertações e monografias e ingresso de novos estudantes. Na pesquisa e extensão, os projetos em execução tiveram seus editais prorrogados para acompanhar o calendário acadêmico, garantindo as bolsas dos estudantes e a execução dos projetos. Todos os projetos foram adaptados para execução a distância, ajustando as atividades e resultados para a situação de distanciamento social.

Ainda foram lançados novos editais de apoio à pesquisa e extensão, com destaque para o edital didático-pedagógico em Atividades Não-Presenciais (ANP). Este edital foi uma parceria da direção de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão, Direção de Ensino e departamentos acadêmicos e disponibilizou R$268.000 de apoio aos cursos para desenvolvimento das ANP, garantindo a experiência e o aprendizado de qualidade para nossos estudantes.

“Podemos destacar também duas grandes conquistas obtidas em editais de concorrência nacional da Setec/MEC. A implantação do Laboratório IFMaker que será aberto a toda comunidade para desenvolvimento de projetos de fabricação digital e a Oficina 4.0, um laboratório equipado para o desenvolvimento de competências e habilidades requeridas pela Indústria 4.0. Ambas iniciativas serão espaços para atividades extracurriculares de construção coletiva, que por meio de aprendizagem baseada em projetos voltados à construção de soluções para demandas reais oriundas do setor produtivo, trarão oportunidades para nossos estudantes”, explica o diretor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Rogério Versage.

Um dos destaques desta diretoria foi a adaptação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) para um evento 100% online, com atividades síncronas e assíncronas. Nesta edição foi realizado ainda o primeiro Hackathon do Câmpus Florianópolis em parceria com o Sebrae. “Foi uma excelente oportunidade para nossos estudantes colocarem à prova sua criatividade e habilidades técnicas na criação de soluções eficientes, e para o mercado observar talentos em nossa instituição”, lembra o diretor.

Com dados levantados nos currículos lattes dos servidores, mesmo com a situação de pandemia, em 2020 a produção do Câmpus Florianópolis foi de 674 produtos de pesquisa e extensão. Foram 89 artigos publicados em periódicos, 29 livros ou capítulos de livros, 81 trabalhos publicados em eventos, 21 dissertações de mestrado, 2 teses de doutorado, 16 monografias de especialização. Além de palestras, patentes, produtos tecnológicos, orientações de iniciação científica e mais.

Ensino teve foco na adaptação

A Direção de Ensino foi uma das mais solicitadas, visto que foi a responsável por orientar, capacitar e elaborar mais diretamente toda a adaptação das atividades de ensino para as ANP. Dezenas de reuniões por mês, discussão e elaboração de resoluções sobre as aulas, acompanhamento dos estudantes com dificuldades de acompanhar o ensino remoto, palestras foram algumas das muitas realizações de 2020.

Para 2021, a diretora Paula Monteiro conta que, além da continuação para a manutenção da qualidade do ensino, seja presencial ou a distância, há uma série de novidades em discussão e/ou já em andamento, como a criação de um núcleo para as Olimpíadas Científicas – nas quais estudantes do câmpus quase sempre se destacam, possibilidade da criação de cursos concomitantes, realização do 1º Festival de Bandas e criação das comissões de acompanhamento de permanência e êxito.

Relacionamento com a comunidade externa

Boa parte das ações do Ensino e da Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão não poderiam ter acontecido sem a participação ativa da Assessoria de Relações Externas, comandada inicialmente pelo professor Felipe Cantorio e, a partir de agosto, pelo professor Erwin Teichmann. A Assessoria fez contato ativamente para a realização das palestras e visitas virtuais da SNCT, bem como as parcerias para o FloripaHack.

Na área de projetos, também foi negociada a parceria com a Renault do Brasil para o empréstimo de um motor de veículoelétrico Zoe para utilização no projeto Aneel/Celesc/Embrapii/IFSC, além de apoio ao curso técnico em Eletrônica com o evento FloripaHack for Education. Neste evento, foram doados pelo Sebrae e pela Prefeitura Municipal de Florianópolis 23 kits Arduino completos para os alunos do curso. O objetivo foi desenvolver aplicações como Arduino que pudessem ser reproduzidas por estudantes da rede municipal de ensino.

Entre as ações em andamento, estão a proposição de parcerias com a Aiesec – Florianópolis - entidade sem fins lucrativos comandada por jovens com o objetivo de buscar oportunidades de mobilidade internacional através de estágios, e com o Instituto Vilson Groh, visando criar um programa de educação para estudantes em situação de vulnerabilidade na região do entorno do câmpus.

Vacinas, obras, cestas básicas

A Diretoria de Administração também teve muita demanda em 2020. Além do trabalho de lidar com todas as questões orçamentárias e do dia a dia da instituição, a servidora Roseléa Scheibler esteve à frente da diretoria com várias atividades que normalmente não aparecem – licitações, pagamentos, orçamentos, negociação de contratos. Por outro lado, as obras feitas no câmpus – e que, com certeza, chamarão a atenção de quem voltar ao presencial em 2021, também são atribuição da Administração. Confira abaixo algumas destas realizações.

Reformas e obras

Pinturas e pisos: Estão sendo finalizados os contratos de troca dos pisos e pintura geral, nesse momento na fase de ajustes e acabamentos. Aproveitou-se o momento de pouca circulação de pessoas no câmpus para realizar adequações nas áreas de circulação e espaços internos. Exemplos disso são a nova rampa de acesso aos laboratórios de informática (Bloco F); a ampliação da entrada para acesso ao bloco G e a reforma geral do espaço de coworking, ocupado pelas equipes de competição, com a abertura de mais duas portas de entrada e rampa no acesso principal.

Servidores tercerizados: Foi disponibilizado um novo espaço, ao lado do Departamento de Infraestrutura (Dinf), com infraestrutura para refeitório, vestiário e cozinha. O local anteriormente ocupado por eles, debaixo da antiga caixa d'água, encontrava-se em situação precária e insalubre. Este local será reformado para que seja possível utilizá-lo como refeitório dos alunos, cozinha e área para armazenamento e distribuição do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), contribuindo para um menor deslocamento dos mesmos até o antigo refeitório.  Vigilantes e porteiros: Foram deslocados do espaço debaixo da escada de emergência do hall de entrada (Bloco A), para um novo local mais adequado e, também próximo ao Dinf, com mais conforto e espaço.

Setor de Saúde: Está sendo reformado e ampliado, para proporcionar um melhor atendimento aos alunos. Toda a instalação hidrossanitária está sendo refeita para adequar-se aos padrões exigidos, assim como a troca do piso de todo o ambiente. Também está sendo construído um segundo consultório odontológico, para melhor atender nossos estudantes. 

Núcleo de Acessibilidade Educacional (NAE): Está com novas instalações em um espaço para melhor viabilizar o planejamento e o atendimento aos estudantes portadores de necessidades especiais. Foram instaladas divisórias, refeita a pintura e reformadas as instalações elétrica e lógica. O local está situado na primeira casa de madeira.

Espaço Multimeios: Para melhor atender aos discentes está sendo reformada a sala B009, com o intuito de disponibilizar um espaço com computadores, de uso comum para os estudantes do câmpus. Serão instaladas mais janelas para deixar o ambiente mais iluminado, ventilado e adequado ao uso compartilhado, já vislumbrando os desafios para a volta das aulas presenciais.

Contêineres para empresas júnior: Foi designado um espaço ao lado das casas de madeira, preparado e adequado para a instalação de dois contêineres que já foram adquiridos e devem ser instalados nas próximas semanas. 

Prédio de Pesquisa e Inovação: Será construído o novo edifício voltado para abrigar atividades de pesquisa e inovação do Câmpus Florianópolis, ao lado do ginásio 1. Os projetos já foram contratados e estão em fase de conclusão. Este espaço será ocupado pelas equipes de competição, grupos de pesquisa e polo Embrapii, criando um novo modelo de ocupação para pesquisa na rede federal.

Acessibilidade: Com contrato já assinado, as reformas visando a adequação do Câmpus Florianópolis às normas de acessibilidade já estão sendo iniciadas. A empresa contratada realizou as primeiras reuniões de planejamento das obras junto à Coordenadoria de Engenharia (Coenge). 

Multimídia do Departamento Acadêmico de Saúde e Serviços (DASS): Com contrato já assinado, as obras de um novo espaço multimídia para o DASS iniciam nas próximas semanas. 

Laboratórios de Biologia e Química: Devido a indefinições quanto a melhor utilização dos espaços no segundo pavimento do Bloco D, foram necessários ajustes no projeto, o que atrasou a licitação e o consequente início das obras. A previsão é que o mesmo seja executado ainda no primeiro semestre de 2021.

Vacinas: Foram adquiridas 280 Vacinas Tetravalente/Influenza com o objetivo de aplicação nos servidores do Câmpus Florianópolis que manifestaram interesse na vacinação. Essa ação foi executada no mês de abril/2020.

Cestas básicas: O câmpus recebeu recursos do FNDE, para alunos da escola básica com recursos do Programa PNAE. O recurso totalizou R$ 30.770,20 e foram adquiridas 548 cestas básicas entregues nos meses de agosto, setembro e outubro de 2020 aos estudantes do integrado e subsequente. Também recebeu recursos do AÇÃO 2994 – para estudantes de graduação, pós e FIC com recursos do Programa de Alimentação Estudantil. O recurso totalizou R$ 33.983,10 e foram adquiridas 619 cestas básicas, entregues nos meses de dezembro de 2020 e janeiro de 2021 aos alunos matriculados regularmente nos cursos superiores.

Covid-19: Foram adquiridos materiais de prevenção à Covid-19 como água sanitária, álcool-gel, luvas, máscaras e outros, levando em consideração o possível retorno das atividades presenciais no início de maio/2021.

Por Assessoria de Comunicação e Marketing.

 

DESTAQUES

 

PlanoSegSan

 

alimentao-1

 

auxlio-moradia

 

FORMATURA

 

ProcSelLIBRAS

 

Eleições2021

 

orientaes matrculas

 

professor

 

edital monitoria

 

encceja2019

 

 

ouvidoria

 

icone docentes horarios atividades

 

Nós temos 41 visitantes online
Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.